25 de setembro de 2021

O Castelo medieval de Devon é um dos mais antigos e mais visitados na Eslováquia. O Castelo em 1809 foi destruído pelo exercito de Napoleão. E em 1961 foi declarado monumento cultural.

Depois de visitar-mos a cidade de :Bratislava: fomos visitar o 
Castelo de Devon, estacionando num grande parque grátis com acesso ao Castelo para pessoas com mobilidade reduzida. Coordenadas N 48º10´32´´ E 16º58´46´´ Morada rua Muránská Nº 15 em Deven. Se estiver hospedado em Bratislava e quiser visitar o castelo tem o autocarro nº 29 que sai da Ponte Nova a cada meia hora. 

O Castelo fica no topo de um penhasco rochoso já foi uma fortaleza muito importante na defesa da sua fronteira com a Áustria. No cimo da sua torre temos uma vista panorâmica com um cenário natural maravilhosa para as confluências dos Rios Danúbio e Morávia e para a vizinha Áustria. 

O Castelo foi parcialmente reconstruído os artefactos encontrados estão expostos nas partes inferiores e superiores do castelo, atualmente é um dos sítios arqueológico mais importante da Eslováquia. Dentro do castelo podemos ver um burro e ovelhas a pastar nas suas encostas. 

No dia da nossa visita tivemos sorte estava a realizar-se um torneio de jogos medievais onde podemos ver danças e musica medieval e onde somos convidados a testar a nossa habilidade com arco e flecha, arremesso com machado e muitas mais atividades. Preço 6€ adultos 3€ crianças. Horário fechado as Segundas Feiras de Terça Feira a Domingo das 10h ás 12h e das 13h ás 18h. 

Leve sempre o cartão europeu de saúde que permite ter cuidados de saúde gratuitos nos hospitais públicos dentro da União Europeia. Pode ser tirado diretamente na segurança social ou pela Internet no portal do cidadão :Cartão Europeu de saúde:

Depois desta visita seguimos para :Budapeste:

8 de setembro de 2021

 Zamora cidade muralhada nas margens do Rio Douro. Situada na província autónoma de Castela e Leão. Cidade fronteiriça com o Nordeste Transmontano. O seu riquíssimo património histórico foi classificada como conjunto histórico desde 1973. A Virgem de la Concha é a padroeira de Zamora. 

Depois de visitar-mos .Miranda do Douro.
 percorre-mos os 56km que nos separava de Zamora, depois de bem instalados no parque Varorio e área de serviço grátis  para as autocaravanas permitido por 48h a 600m do centro, coordenadas N 41º30´13´´ W 5º45´22´´ ou 41.50361-5.75611 Morada Calle Pisones. Para mais informações .Clique aqui. Depois fomos explorar a cidade começando a visita pela Catedral de Zamora dedicada a El Salvador. 

Construída sobre as ruínas de uma Basílica com o mesmo nome no reinado de Afonso VII. 
É proibido tirar fotos e filmar no seu interior. Preço 5€ reduzido 3€ inclui a visita a Catedral e Museu inaugurado em 1926 para albergar uma magnífica coleção de tapeçarias flamengas que contam vários acontecimentos daquela época, na Capela de Santiago estão expostas um conjunto de esculturas em pedra destacando-se a Virgem com o Menino. Horário fechado ás Segundas Feiras de Terça Feira a Domingo das 10h ás 14h e das 17h ás 20h. Para informações atualizadas .Clique aqui 

A entrada no Castelo que fica junto da Catedral é livre Castelo fortaleza construído no século XI, 

com um impressionante conjunto de vestígios arqueológicos da idade do bronze. Podemos caminhar sobre as suas ruinas consolidadas e subir a torre donde temos uma vista deslumbrante para a Catedral, cidade e arredores. Os jardins que o rodeiam são bonitos neles exibe-se uma exposição de esculturas do famoso escultor Zamorano. A visita as muralhas não é acessível para pessoas com pouca mobilidade. Horário fechado ás Segundas Feiras de Terça Feira a Domingo das 10,30h ás 14h e das 17h ás 20h. Morada Calle de Alcains.

                       Á saída do Castelo visitamos o Museu Baltasar Lobo 

com maravilhosas esculturas em mármore muitas delas dedicadas a mulher e a maternidade e pinturas e fotografia. Museu grátis e acessível a pessoas com mobilidade reduzida e a carrinhos de bebê. Horário fechado ás Segundas Feiras de Terça Feira a Domingo das 10,30h ás 14h e das 17h ás 20h.  

Terminada a visita descemos pelas ruelas e escadarias ao lado da Catedral até a 

magnifica Ponte de Pedra com os seus 16 arcos pontiagudos, medindo 280m, sobre o Rio Douro construída no século XII. Durante muitos anos foi a única ponte que ligava as duas margens. O seu reflexo na agua é maravilhosa.

Depois seguimos junto do Rio para visitar-mos as Azenhas de Olivares é um conjunto de moinhos de arquitetura medieval, 

que foram a primeira industria da cidade no século X. 
Os moinhos funcionaram até ao século XIX. A sua degradação era muita e o Ajuntamento em 1994 mandou restaurá-los.
Atualmente funciona ali o Centro de Interpretação das Indústrias Tradicionais Associadas á Água. Visita grátis horário fechado ás Segundas Feiras, de Terça a Domingo das 10,30h ás 14h e das 17h ás 20h. Se gosta de fotografia veja aqui a reportagem fotográfica da visita a Zamora .Clique aqui
  

 O Museu Etnográfico de Castilla e León, inaugurado em 1998. 

Recomendo esta visita o museu é composto por várias salas com exposições de vários temas como a agricultura, a pastorícia, o vestuário, a olaria, a geologia e as tradições culturais castelhanas e educativas. Local acessível a cadeiras de rodas e carrinhos de crianças. Preço 3€ reduzido 1€. Horário fechado ás Segundas Feiras de Terça Feira a Sábado das 10h ás 14h e das 17h ás 20h, Domingos das 10h ás 14h. Morada Calle Sacramento. 

Para ver a reportagem fotográfica clique em :Museu Etnográfico. Se tiver tempo perca-se nas suas ruas e admire as fachadas dos seus maravilhosos edifícios. 

Pode viajar de autocarro entre as cidades Espanholas com a :Alsa. 

Leve sempre o cartão europeu de saúde que permite ter cuidados de saúde gratuitos nos hospitais públicos dentro da União Europeia. Pode ser tirado diretamente na segurança social ou pela Internet no portal do cidadão :Cartão Europeu de saúde: Depois desta visita seguimos até :Burgos: cidade que já visitamos algumas

Fotos da chegada a área de serviço de Zamora.