8 de dezembro de 2019

Colmar situa-se na região vinhateira da Alsácia chamada de pequena Veneza Francesa. Colmar é a terceira maior cidade da região da Alsácia fazendo fronteira com a Alemanha e a Suíça foi fundada no século IX e foi a ultima cidade da Alsácia a ser libertada do controle nazista em Fevereiro de 1945. 

Depois de visitar-mos Oradour-Sur-Glane  seguimos  a nossa viagem para Colmar onde estacionamos no parque do supermercado Eclerc onde podemos dormir fica a 2 km do centro. GPS: N 48º 4´51.6396´´ E 7º 22´55.8624´´. No outro dia pela manhã seguimos a pé em direção a cidade seguindo pela Route de Neuf-Brisach junto do supermercado e travessando a ponte do Rio Alho-Poró e em 15 minutos estávamos na cidade. Colmar é uma cidade maravilhosa com seus canais fazendo lembrar Veneza as casas Colombages casas típicas com paredes em enxaimel todas coloridas nas margens do rio Alho Poro parecendo tocar a agua. Nestes canais podemos fazer um passeio romântico de barco durante 30 minutos saindo do cais junto da ponte Saint-Pierre na rue de la Herse ou Boulevard St. Pierre Preço: adulto 6€ e grátis para crianças até 10 anos e reformados com mais de 65 anos. Este passeio faz lembrar Veneza em miniatura esta cidade e chamada pelos Franceses de pequena Veneza.  

 Com tanta beleza imaginei-me a fazer parte de um conto de fadas, mas não foi só a minha imaginação pois esta cidade serviu de inspiração para o conto de a Bela e o Monstro escrito por Gabrielle Suzanne Barbot. Nesta cidade nasceu o Francês Frédéric Auguste Bartholdi o criador da estátua da Liberdade de Nova York, e oferecida aos Estados Unidos. Nesta cidade existe uma rotunda com uma replica da estátua da Liberdade. Museu Bartholdi.

A sua antiga casa foi transformada no museu Bartholdi onde estão expostos os seus trabalhos mais conhecidos como a estátua da Liberdade o Leão de Belfort. Os aposentos com o mobiliário e as lembranças pessoais do artista, espalhadas por três andares. Frédéric morreu em 1904 e sua esposa assegurou que o museu fosse mantido em perpetuidade juntamente com todos os moveis e grande parte dos seus trabalhos. Morada Rue des Marchands Museu Bartholdi preços e horários :clique aqui Retábulo de Isenheim.                    

Na praça Unterlinden fica o Museu de Unterlinden no convento de monjas dominicanas do século XIII de estilo gótico. As freiras foram expulsas do convento na revolução Francesa e o sitio esteve abandonado até ao século XIX. Anos mais tarde foi adquirido pela Sociedade Schongauer e transformado em um museu onde podemos ver o famoso Retábulo de Isenheim, obra de Mathias Grunewald. As exposições abrangem historias desde a pré-história até a arte do século XX. Mas ao longo dos anos foram adquirindo mais peças e o convento começou a ser pequeno, e compraram o edifício em frente que eram os antigos banhos para poderem expandir as exposições onde podemos admirar peças arqueológicas, esculturas medievais, renascentistas, barrocas, instrumentos musicais e barricas de vinho antigas. O converto e a nova ala estão ligados por uma galeria subterrânea. Museu Unterlinden horário e preços :clique aqui Igreja de Saint Martin Colhegiate.               

No centro da cidade na Praça da Catedral visitamos a Igreja de São Martinho Saint- Martin Collegiate construída em estilo gótico em arenito vermelho entre 1235 e 1365. A sua torre mede 71 metros de altura, no ano de 1572 ouve um grande incêndio na torre sul do qual resultou a destruição de todo o telhado da igreja, três anos mais tarde a sua reconstrução tinha chegado ao fim. Mas durante a guerra mundial sofreu vários danos e teve que ser varias vezes restaurada. Museu do Brinquedo                       

Se viaja com crianças faça uma visita ao Museu do Brinquedo Toy Museum com uma coleção de mais de 1500 brinquedos antigos dedicados a região da Alsácia, como uma maravilhosa coleção de bonecas, maquetas ferroviárias e uma vasta coleção de legos onde  as crianças podem brincar e sentirem-se no mundo encantado dos brinquedos. Morada Rue Vauban 40. Museu do brinquedo preços e horários :clique aqui Casa Pfister e as bonitas fachadas todas ornamentadas.                              

A cidade tem varias casas muito importantes como a Maison Adolpho construída em 1350 para a família Adolpho é um dos edifícios mais antigos de Colmar. A Maison Pfister é um dos edifícios mais belos e antigos em estilo medievais e renascentistas construído em 1537 a sua fachada é pintada com várias imagens bíblicas. A fachada da Maison dês Tetés com bela arquitetura renascentista e varias estátuas em forma de cabeças humanas mandada construir por um rico comerciante de vinhos em 1609. Marche Couvert.                        

O mercado de Colmar mais conhecido pelo Marché Couvert onde se pode comer variados pratos de comidas típicas como os famosos bolos salgados. 
Pode fazer a visita em um pequeno trem é acessível para pessoas com mobilidade reduzida que sai da rua Kleber ao lado do Museu Unterlinden e faz uma viagem por todo o centro histórico com áudio guia em  Português. Horários e preços. Trem  
Se quiser fazer um passeio grátis de 2 horas a pé com guia em Espanhol no fim da o que quiser veja aqui como. Guia grátis   
Saiba como se deslocar do aeroporto de Houssen para Colmar .Link
Se procura Hotel em Colmar aqui tem o .Link.
  

Leve sempre o cartão europeu de saúde que permite ter cuidados de saúde gratuitos nos hospitais públicos dentro da União Europeia. Pode ser tirado diretamente na segurança social ou pela Internet no portal do cidadão :Cartão Europeu de saúde:

                                      
Se prefere parque de campismo tem um na Marina clique em: Port de Plaisance 6 Rue do Canal  
Depois da visita a Colmar seguimos para :Estrasburgo:
                        

6 comentários:

  1. Parabéns pela partilha! Saúde para vós! Bons passeios!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ola Sandra obrigada por seguir as nossas viagens, com estas publicações espero ajudar quem queira viajar para estes locais. Um bem aja.

      Eliminar
  2. Ola amigo Viriato as viagens são uma boa aprendizagem. Tentamos estar sempre actualizados. Um bem aja.

    ResponderEliminar