15 de abril de 2020

Miranda do Douro situa-se no Norte de Portugal na região de Trás-os-Montes. Praça D. João III no centro histórico 

encontra-se uma estátua representando um casal mirandês com os trajes tradicionais da região. Aqui também fica a Câmara Municipal edifício de estilo neoclássico do século XIX , o museu terras de Miranda e o posto de turismo. Miranda do Douro foi fundada por D. Dinis em 1286. Miranda fica na terra fria no Nordeste Transmontano no distrito de Bragança. As terras de Miranda estão integradas no parque natural do Douro internacional. As muralhas e a Catedral de Miranda do Douro

A visita a Miranda do Douro foi para repousar depois de 3 meses de viagem por vários países da Europa. Aqui a paisagem é magnifica e o ar puro da natureza. A  parte antiga de Miranda do Douro é toda cercada por uma muralha Românica muito bem conservada. O castelo de Miranda foi mandado construir por D. Dinis nos finais do século XIII para ser uma fortaleza militar em forma retangular com quatro torres. 

A torre de menagem era a maior, no canto noroeste ainda podemos ver a porta da traição no centro do castelo esta um poço com 46 degraus em espiral para chegar até a água. No ano de 1762 no dia 8 de Maio ouve uma  grande explosão no paiol da pólvora quando a cidade foi tomada pelo exército de Carlos III de Espanha durante a guerra dos sete anos. Miranda foi elevada a cidade no século XVI. Casa da Musica de Miranda do Douro. 

fica junto do castelo é um centro cultural que promove o ensino da musica e da cultura tradicional Mirandesa, e é o centro de novas oportunidades. Morada Largo do Castelo. A Sé
de Miranda do Douro é uma igreja católica, mandada construir por D. João III no lugar de um templo gótico do reinado de D. Dinis.    

A construção da Sé de Miranda teve inicio em 1552, em estilo Maneirismo a sua fachada e constituída por duas imponentes torres, o seu interior é muito bonito o altar mor é dedicado a Santa Maria Maior. O altar do Menino Jesus da Cartolinha fica no lado direito quando entra-mos na Igreja é o Santo padroeiro de Miranda, diz a lenda que em 1710 os Espanhóis invadiram Miranda do Douro e os mirandeses estavam já sem forças para continuar a batalha quando nas muralhas apareceu um menino vestido de fidalgo e com uma cartola, incentivando-os a continuar a lutar e assim ganharam a batalha. Como o menino não voltou a aparecer os Mirandeses mandaram fazer uma escultura e colocaram-na num altar na Igreja Matriz em sua homenagem e elegeram-no como padroeiro de Miranda. As pessoas que o veneram oferecem-lhe roupas de variados modelos, as quais lhe vão sendo mudadas conforme a festividade. A sua imagem sai em procissão no Ano Novo e em dia de Reis. Entre esta lenda há muitas mais vale o que vale são lendas. A entrada na igreja é grátis. Horário :Terça das 14h ás 17,30h de Quarta a Domingo das 9h ás 12,30h e das 14h ás 17,30h fechada ás Segundas. Vídio da Catedral de Miranda do Douro veja em ecrã inteiro.          

                        A casa da língua Mirandesa.
  
 

edifício do século XVI, foi erguida sobre a base de uma antiga construção. Os Távora alcaides do castelo de Miranda habitaram aqui. Até ao século XVI no conselho de Miranda só se falava o mirandês. Mas em 1999 com a convenção ortográfica foi oficialmente reconhecida como língua regional e a segunda língua em Portugal. O Mirandês é uma língua românica teve a sua origem a partir do latim e do Ásturo-leonês. A origem dos pauliteiros não reúne consenso entre os estudiosos havendo varias opiniões. Vídeo da cidade de Miranda veja em ecrã inteiro.



Uma delas é que terá nascido durante a idade do ferro na Transilvânia espalhando-se posteriormente pela Europa. Os povos conservaram estas danças para celebrarem as colheitas dos produtos agrícolas e a passagem das estações do Ano do Verão para o Inverno. O grupo de pauliteiros é constituído por 8 homens e três músicos a gaita de foles, a caixa e o bombo. O grupo de pauliteiros de Miranda chamam-se Galandum Galundaina. A Casa da Cultura está instalada na antiga casa da Alfandega edifício do século XV, construído no reinado de D. Afonso V. O edifício foi restaurado em 2004. Aqui podemos ver exposições etnográficas, musica e temáticas associadas há cultura.   
 Morada Rua Mouzinho de Albuquerque Nº 12. Horário das 9h ás 12,30h e das 13,30h ás 17h  
As terras de Miranda do Douro estão integradas no Parque Natural do Douro Internacional se quiser visitar o parque pode obter informações no Largo do Castelo na Rua do Convento. Horário de atendimento 8,30h ás 13h e das 14h ás 16,30h. 
A Barragem de Miranda faz parte do Douro internacional desde 1960 sendo utilizada para produzir energia elétrica, a albufeira tem uma extensão de 14 km. 

No Douro internacional podemos fazer um cruzeiro ambiental, partindo do ancoradouro junto da estação biológica internacional passando pelas falésias verticais entre Portugal e Espanha. Este passeio é acessível a pessoas com mobilidade reduzida. As crianças até 2 anos não pagam dos 3 anos aos 9 anos e pessoas com mais de 65 anos tem redução no bilhete mediante apresentação do cartão de cidadão. Duração das viagens e preços. 1h 18€ reduzido 12€ 2h 22€ reduzido 16€. No fim do passeio podemos degustar o famoso vinho do porto e assistir a uma exibição de aves de rapina. Para mais informações: Clique aqui
Em Miranda podemos fazer um passeio no comboio turístico a viagem é grátis.


O parque para as autocaravanas fica na parte de trás das muralhas virado para a barragem a entrada para o centro histórico é feita através deste portal em arco. Aqui tem as coordenadas. Rua Rainha Dona Catarina 25 Miranda do Douro N 41 ° 29 '45 " W 6 ° 16 '24 "

Informe-se se pode pernoitar se não poder tem a área de serviço que fica a 15km em Palaçoulo Rua da Fraga Mourisca N 41 ° 27 '18 " W 6 ° 26 '54 " Ou em Izeda N 41 ° 34 '4 " W 6 ° 43 '22 "


    

2 de abril de 2020

«Coimbra e o parque Temático Portugal dos Pequenitos» situam-se na Província da Beira Litoral na Região centro de Portugal. Coimbra   foi capital do reino no reinado de D. Afonso Henriques. 


Coimbra é conhecida como a cidade romântica pelo amor proibido do Rei D. Pedro e dona Inês de Castro, 
a sua Universidade é uma das melhores da Europa. Aqui estão sepultados D. Afonso Henriques e D. Sancho I os primeiros Reis de Portugal. A Rainha Santa Isabel é a padroeira da cidade.

  depois de bem estacionados no parque junto da Ponte de Santa Clara Av: João das Regras. GPS: N40º12´19´´ W8º25´56´´Pago de Segunda  a Sexta 3€ por dia Sábado e Domingo grátis. Para pernoitar utilizamos a área de serviço de Condeixa.40 ° 6 '48 "N 8 ° 29 '43 "W  ou Sangalhos. 40 ° 29 '12 "N 8 ° 28 '31 "W. Do parque seguimos pela ponte de Santa Clara no fim da ponte chegamos a Praça da Portagem onde visita-mos a loja das conservas artesanais. 

A sua arquitetura é maravilhosa aqui podemos comprar todo o tipo de conservas. Da Praça da Portagem seguimos a rua principal até a Praça 8 de Maio onde esta a Igreja do Mosteiro de Santa Cruz e (Panteão Nacional) 

foi fundada pelos cónegos de Santo Agostinho em 1131, no altar-mor estão os túmulos do fundador de Portugal D. Afonso Henriques e do seu filho D. Sancho I. Na igreja destacam-se o púlpito datado de 1522 da autoria do escultor Nicolau de Chanterene, o maravilhoso coro datado de 1513 o magnifico órgão barroco datado de 1719 e os painéis de azulejos. Entrada grátis Horário: de Segunda a Sábado das 11,30h ás 16,30h Domingos das 13h ás 17h. Morada Praça 8 Maio. Para quem tem pouca mobilidade e quiser visitar a Universidade e toda a zona envolvente pode seguir até ao

 Mercado Municipal D. Pedro V junto deste tem um elevador e o funicular que o leva até a parte alta da cidade e junto da Universidade. Preço: Elevador .
A Universidade de Coimbra foi transferida em 1537 de Lisboa para o Paço Real um antigo Palácio. A porta Férrea que da acesso ao pátio da universidade é do ano de 1634. Informações para visitar o complexo da Universidade :Clique aqui .

Neste pátio esta situada a magnifica biblioteca Joanina de estilo barroco construída no reinado de D. João V numa antiga prisão do Paço Real, O edifício é uma caixa forte para conservar os livros as suas paredes exteriores tem 2 metros de espessura. O retrato de D. João V esta exposto no piso Nobre. A biblioteca começou a receber os primeiros livros em 1750. A biblioteca é constituída por 3 salas e mais de 72 estantes em madeira de carvalho pela sua durabilidade e o odor que emana mantendo os insetos afastados. Possuindo mais de 60 mil livros escritos entre os séculos XV e XVIII. Não é permitido tirar fotos dentro da biblioteca. Só podem entrar 60 pessoas a cada 20 minutos. Informações para visitar a Biblioteca Joanina :Clique aquiO bilhete pode ser utilizado por 2 dias. Horário das 9h ás 13h e das 14h ás 17 horas. Morada Largo da Ponte Férrea. A  Capela de São Miguel erguida entre 1517 e 1522. A fachada é de estilo Manuelino. O  interior e muito bonito o retábulo principal é em talha dourada, o órgão barroco de 1733 e a sala dos Capelos onde se realizam os eventos mais importantes. A Torre sineiro é do século XVIII tem 184 degraus é uma zona estreita pode ser visitada. Não é permitida a entrada a menores de 6 anos e pessoas com doenças cardíacas.                                      A Sé Nova é a sede da Diocese de Coimbra. 

Inaugurada em 1640 de estilo Barroco. A Sé Nova esta localizada no antigo Colégio das Onze mil Virgens ou Colégio dos Jesuítas no Largo da feira. O seu interior é maravilhoso a igreja e constituída por várias capelas laterais de estilo Barroco dedicadas a vários santos. O altar principal é magnifico em talha dourada construído entre os séculos XVII e XVIII. Horário Segunda a Sábado das 9h ás 18,30h Domingos das 10 horas ás 12,30 horas. Entrada grátis mas pedem uma doação de 1€. Endereço: Rua da Couraça Apóstolos Nº 110. O Museu Nacional Machado de Castro abriu em 1911.

Anteriormente foi um Templo Cristão no Século XI e o paço Episcopal no século XII. Horário: Fechado ás Segundas ás Terças  das 14h ás 18h ás Quartas a Domingo das 10h ás 18h. Morada Largo Dr. José Rodrigues, muito perto da Sé Nova. Sé Velha Catedral Românica do século XII, aqui esta sepultado D. Sesmando Conde de Coimbra. a Sé Velha localiza-se na parte mais antiga da cidade. Em Coimbra fica o primeiro parques temáticos de Portugal Bissaya Barreto.

ou Portugal dos pequenitos. Inaugurado em Junho de 1940, um espaço lúdico e pedagógico e dedicado a arte escultórica e arquitetónica mostrando aldeias, monumentos em miniatura. Horário de Inverno todos os dias das 10h ás 17h Verão das 9h ás 20h. Preços Para mais informações clique aqui: Portugal dos pequenitos. Para ver a reportagem fotográfica da visita ao Portugal dos Pequenitos :Clique aqui:                                                  O Mosteiro de Santa Clara a Velha 

construído na margem esquerda do Rio Mondego, foi mandado construir pela Rainha D. Isabel de Aragão. A sua arquitetura é de estilo gótico. O convento das freiras Clarissas esteve aqui instalado durante muitos anos. A freiras tomaram conta do espolio e do túmulo da Rainha Santa Isabel. O Mosteiro era varias vezes inundado pelas águas do rio Mondego, e as freiras tiveram que se mudar para o Mosteiro de Santa Clara a Nova situado no monte de nossa Senhora do Monte levando todo o espolio da Rainha e o seu túmulo. Desde então as águas do Mondego mantiveram o mosteiro submerso e em ruínas. Mas em 1991 teve obras de recuperação. O Mosteiro reabriu em 2009 integrando um centro interpretativo com funções museológicas. Encerra ás Segundas. Domingos e feriados até ás 14h a entrada é grátis para cidadãos nacionais. Tem roteiro em Braille. Morada: Rua das Parreiras. Informações como horários e preços: Clique aqui.                                                                                         O Mosteiro de Santa Clara a Nova 

de estilo Barroco foi mandado construir em 1649 por D. João IV, no qual foram albergadas as freiras Clarissas vindas do antigo mosteiro. Em 1910 o Claustro e o túmulo de prata e Cristal da Rainha Santa Isabel foram classificados como Monumento Nacional. No retábulo da capela-mor encontra-se a urna de prata e cristal da Rainha Santa Isabel. O Claustro e o coro baixo são maravilhosos. As crianças até aos 6 anos entrada grátis. Para mais informações como Horários e preços: Clique aquiA fonte dos Amores datada de 1326 situa-se na Quinta das Lágrimas. Atualmente é um Hotel.
Se quiserem podem visitar Condeixa e as ruínas de Conimbriga que fica a 19 km :Clique aqui. e obtenha todas as informações. 
Para os amantes de fotografia aqui tem a reportagem fotográfica da visita a Coimbra: Clique aqui.