25 de novembro de 2019

Oradour-Sur-Glane aldeia Mártir é um local repleto de história e emoção, situa-se a Sudoeste de  França na região da Nova Aquitânia no departamento de Alto Vienne.

A nossa viagem continuou depois de visitar-mos  Bordeus percorremos os 210 km que nos separam de Oradour-Sur-Glane, chegamos a Oradour e estacionamos no parque grátis GPS : N 45°55’56” E 1°1’58” junto do Centro de la Memoria. A área de serviço fica a 1500km GPS : N 45°56’8.” E 1°1’29”  para informações atualizadas :Clique aqui

                  

A visita a aldeia Mártir e ao Memorial que fica junto do cemitério no subterrâneo é gratuita a entrada é feita pelo átrio principal do Centro de la Memoria inaugurado a 15 de Julho de 1999 o museu fica no subterrâneo mas tem acessibilidade para pessoas com  pouca mobilidade através de elevadores. A visita ao museu é paga, geral 7,80€ para informações atualizadas. PreçoHorário    Cemitério e Memorial 

                                  
Esta visita é uma viagem no tempo feita no maior silêncio ao percorrer-mos aquelas ruas tudo impressiona ao ver as casas todas destruídas pelo fogo como todo o seu recheio, como maquinas de costura, carrinhos de bebe, bicicletas os carros, os palheiros e as alfaias agrícolas. Em toda a aldeia há placas com os nomes dos seus proprietários falecidos, e o que lá funcionava como o café a farmácia as escolas a igreja. Os restos da linha férrea que atravessava a aldeia e que a ligava a Limoges. Os locais mais emblemáticos são a igreja o cemitério e a praça para onde foram levados os habitantes. O que restou da igreja de Oradour 

                                 
Aqui fica um pequeno resumo do que  aconteceu na tarde de 10 de Junho de 1944 na aldeia de Oradour onde foi cometido o maior massacre da segunda guerra mundial pelas tropas nazistas. O comandante Adolf Diekman que comandava um dos batalhões que atravessava a França em direção a Normandia foi informado por dois membros da Milícia que um oficial da Waffen das SS tinha sido preso nesta aldeia por guerrilheiros e seria executado e queimado em publico. Entrada para o Memorial e Museu onde estão muitos artefactos encontrados na casas da aldeia destruída.

                                 
O comandante Adolf Diekman nessa tarde mandou cercar e fechar a pequena aldeia de Oradour e convocando toda a população para se reunir na praça principal para que fosse feita uma verificação de documentos. Depois de reunidos os homens foram levados para os celeiros e garagens onde eram esperados por soldados e foram fuzilados e de seguida regados com combustível e atearam fogo. As mulheres e crianças foram fechadas na igreja a qual foi ateado fogo como a toda a aldeia. Dos mil habitantes da aldeia 642 morreram. O comandante Diekman que ordenou este massacre morreu em combate junto com a maior parte dos soldados que destruíram Oradour. Restos das paredes que não foram destruídas

Depois da guerra acabar o Presidente Charles de Gaulle decidiu que a aldeia não ia ser reconstruída. Que as suas ruínas iriam servir como um memorial para que não se esqueça as atrocidades cometidas pelos nazis. A nova aldeia foi construída a pouca distancia das ruínas tendo pouco mais de 2400 habitantes.

Leve sempre o cartão europeu de saúde que permite ter cuidados de saúde gratuitos nos hospitais públicos dentro da União Europeia. Pode ser tirado diretamente na segurança social ou pela Internet no portal do cidadão :Cartão Europeu de saúde:

                                           





    

2 de novembro de 2019

Salamanca é património Mundial da Unesco, é conhecida como a cidade Dourada pelos seus edifícios em arenito dourado. Fica a Noroeste de Espanha na Região de Castela e Leão. Sendo banhada pelo Rio Tormes. O padroeiro de Salamanca é San Juan de Sahagún. A Catedral  Nova e a Velha fazem parte de um conjunto arquitetónico maravilhoso. A sua Universidade é a mais antiga de Espanha. Ponte romana e Catedral de Salamanca         

A viagem pela Europa em autocaravana começou em :Viseu: cidade que já conhecemos onde tinha-mos marcado encontro com os nossos amigos Júlia e Armando para esta magnifica viagem. De Viseu percorre-mos os 234km até Salamanca onde estacionamos junto da bomba da Repsol parque grátis na Carretera de la Fregeneda nº 45. Para mais informações clique em: Parque misto local muito perto da Ponte Romana sobre o rio Tormes a 10 minutos a pé do centro da cidade. A nossa visita começou pela Ponte Romana que fez parte da Rute de la Plata. A imponente Catedral. 

Subimos a rua muito íngreme até a Catedral ao chegar-mos estavam a decorrer as cerimonias religiosas de San Juan de Sahagún como  era dia do seu padroeiro, visitamos a Catedral gratuitamente mas não podemos tirar fotos. A Catedral Nova foi anexada a antiga Catedral a sua construção começou em 1513 em estilo gótico e barroco, em forma retangular composta por três naves e dezoito capelas uma delas dedicada a Virgem da Assunção, no meio da nave principal fica o maravilhoso coro. A igreja recebe luz natural através dos deslumbrantes vitrais. Para visitar a Velha Catedral o acesso é feito através do interior da nova. Aqui fica sediada a diocese de Salamanca. As suas fachadas estão ornamentadas com magnificas esculturas. Horários e preços Geral 6€  engloba a Nova e a Velha Catedral, Claustro, e salas de Capítulos para mais informações clique em: Catedral de Salamanca. Procissão de San Juan de Sahagún. 

Podemos visitar as torres Medievais da Catedral com 110m de altura, e uma exposição com 900 anos de história e arte. Entrada pelo portão da torre. Preços e Horários atualizados: Torres da Catedral 

A Universidade de Salamanca foi fundada em 1218 pelo Rei de Leão Afonso IX. Inicialmente funcionava como um centro de estudos de direito civil e canónico. Foi oficialmente confirmada como uma Universidade por Afonso X em 1254, sendo atualmente a Universidade mais antiga de Espanha. Preços e horários atualizados: Universidade. Igreja Clerezía, a universidade pontifício e casa das conchas.

Subindo as torres da Igreja Clerezia podemos ter umas vistas maravilhosas aqui tem toda a informação. Horários e preços: Torres Scala CoeliA Casa das Conchas e um dos palácios mais charmosos e um dos melhores exemplos da arquitetura Gótica, e a bonita fachada revestida por mais de 300 conchas. Atualmente abriga a Biblioteca pública e um salão de exposições. Entrada grátis. A Plaza Mayor típica praça Castelhana foi projetada por Alberto Churriguera no Século XVIII. Sendo declarada Monumento Nacional em 1935. Possui 88 arcos, e esta decorada com diversos medalhões e estátuas. Ajuntamento na Praça Mayor e Mercado de Abastes e casa Lís.  

A casa Lis é um maravilhoso edifício moderno. Todo envidraçado com vidros coloridos. Que alberga o Museu de Arte Deco e Nouveau, que expõe coleções de artes decorativas do fim do Século XIX até a primeira Guerra Mundial e uma grande coleção de bonecas de porcelana. Horários e preços: Casa Lis. Igreja do Convento de San Esteban.

O Convento e igreja de San Esteban foi fundado no Século XVI. Foi neste local que Cristóvão Colombo expôs pela primeira vez aos dominicanos a ideia de chegar a Índia através de uma nova rota. Destaca-mos a sua bonita fachada o retábulo, os claustros e a escada de Soto que liga ao Convento das Duenas. Horários e preços atualizados: Convento de San Esteban. Horários e preços atualizados: Convento de Las Duenas No fim do dia como já estávamos muito cansados fomos dar uma volta no tradicional comboio turístico que sai junto da Catedral. Preço da viagem 4€. De Salamanca seguimos para :Burgos:


Leve sempre o cartão europeu de saúde que permite ter cuidados de saúde gratuitos nos hospitais públicos dentro da União Europeia. Pode ser tirado diretamente na segurança social ou pela Internet no portal do cidadão :Cartão Europeu de saúde:

Ou parque sem serviços junto do complexo desportivo a 2km do centro coordenadas N 40º 57´32´´ W 05º 40´30´´ na Avenida Del Padre Ignacio Ellacuría
Área de serviço a 3km de Salamanca coordenadas N 40º 56´22´´ W 05º 39´18´´ a 3km do centro de Salamanca na Avenida  Carbajosa. Em Carbajosa de la Sagrada.