4 de março de 2020

Óbidos situa-se na Região Oeste na beira litoral no Distrito de Leiria

Depois de visitar-mos :Coimbra: seguimos até a bonita Vila medieval de Óbidos conquistada aos mouros por D. Afonso Henriques no ano de 1148. O Castelo de Óbidos foi doado a Rainha Santa Isabel pelo Rei D. Dinis como dote, e foi assim com todos os sucessores dos reinados seguintes. O castelo de Óbidos foi classificado como Monumento Nacional. E em 1951 aqui foi instalada a pousada de Óbidos. Entramos em Óbidos pelo portal principal onde esta a capela da Senhora da Piedade padroeira de Óbidos 

com uma varanda Barroca mandada construir pelo Rei D. João IV no Século XVII e decorado com azulejos azuis e brancos representando a paixão de Cristo.

Passando o portal para o interior das muralhas do lado esquerdo existem umas escadas em pedra para acedermos a muralha donde podemos ver uma paisagem deslumbrante e o aqueduto de Usseira com 3 km de comprimento construído no reinado de D. João III onde podemos caminhar em seu redor mas com muito cuidado. Seguindo pela Rua Principal repleta de lojas de artesanato, cafés, restaurantes e a loja das conservas artesanais ao caminhar-mos pelas ruas típicas podemos apreciar os vestígios de antigas civilizações. O Museu Paroquial esta instalado na Igreja de São João Baptista

 junto da porta da vila. Foi mandada construir pela Rainha Santa Isabel em 1309, esta igreja serviu de assistência aos leprosos. Aqui podemos ver exposições dedicadas a temática religiosa. E a berlinda do século XVIII utilizada para transportar a imagem de Nossa Senhora da Nazaré nas procissões. Visitas de Terça Feira a Domingo. Preço 1,50€ Horário: das 10 horas ás 13 horas e das 14 horas ás 18 horas. Se quiser saber mais sobre a historia deste museu clique aqui: Museu paroquial A meio da Rua Principal do lado direito podemos ver a Igreja Matriz de Santa Maria 

que foi destruída no terramoto de 1535, e  assim esteve até ser mandada reconstruir sobre um templo visigótico pela Rainha D. Catarina em 1571. O seu interior esta maravilhosamente decorado com azulejos pintados a mão com motivos florais, o seu altar esta decorado com cenas da vida de Maria. Nesta Igreja realizou-se em 1441 o casamento do Infante D. Afonso com 10 anos e sua prima D. Isabel com 8 anos. Horário das visitas Outubro a Março 9,30 horas ás 12,30 horas e das 14 horas ás 17 horas de Abril a Setembro das 9,30 horas ás 12,30 horas e das 14,30 horas ás 19 horas. Se quiser saber a história desta igreja clique aqui :historia da igreja matrizO Museu Municipal de Óbidos esta instalado numa mansão do século XVII 

situado por trás da igreja Matriz. O Museu foi inaugurado em Junho de 1970. Aqui podemos ver exposições permanentes de peças  religiosas, pinturas de Josefa de Óbidos uma pintora e peças de arqueologia encontrados numas escavações feitas fora das muralhas.
Preço da entrada: 1,50€ estudantes e pessoas com mais de 65 anos entrada grátis. Horário: das 10 horas ás 13 horas e das 14 horas ás 18 horas, fechado ás Segundas e feriados. Continuando pela Rua Principal do lado esquerdo podemos visitar a Comur a loja das conservas artesanais já tinha-mos visitado a de Coimbra .

da fábrica da Murtosa fundada em 1942 é hoje uma das maiores referências do sector conserveiro em todo o Mundo. Saem as conservas para estas lojas. Aqui podemos comprar todas as variedades de conservas de peixe do mar Português. A loja tem uma decoração deslumbrante. A Comur já existe em varias cidades de Portugal. Fora da Vila a caminho das Caldas da Rainha pode visitar o Santuário do Senhor Jesus da Pedra. Se quiser saber a historia deste Santuário clique aqui : Santuario de senhor jesus da pedraHorário de Outubro a Março das 9,30 horas as 12,30 horas e das 14,30 horas as 17 horas. de Abril a Setembro 9,30 horas ás 12,30 horas e das 14,30 horas ás 19 horas.                  Reportagem fotográfica da visita a :Óbidos          

Para quem viajar de autocaravana tem uma área de serviço e parque de pernoita paga em :: para mais informações : Clique aqui . Coordenadas: N 39º 21´22´´ W 9º 09´24´´ Morada Rua dos Argos.



Sem comentários:

Enviar um comentário