29 de abril de 2020

 Guimarães situa-se no Norte de Portugal no distrito de Braga na região Minhota.  Guimarães foi capital da cultura em 2012. Em Guimarães começou a fundação do Condado Portucalense. 

A visita a Guimarães foi numa escapadinha de fim de semana chegamos a cidade e estacionamos no parque grátis só dia junto do Castelo. Coordenadas: N 41º 26´56´´ W 8º 17´22´´ao fim da tarde fomos pernoitar na área de serviço grátis junto do teleférico. Rua Bernardino Jordão. Coordenadas N 41º 26´27´´ W 8º 17´04´´ . O dia 1 de Dezembro assinala o dia da restauração da independência do domínio Espanhol. O castelo primitivo foi mandado construir no século X pela Condessa Mumadona Dias na sua herdade de Vimaranense para defender o Mosteiro dos constantes ataques dos mouros e normandos. 

 Depois de ter assumido o governo do Condado Portucalense após o falecimento de seu marido o Conde Hermenegildo Gonçalves. Durante muitos anos os descendentes de Hermenegildo Gonçalves e da Condessa Mumadona Dias governaram o Condado Portucalense, gozando de autonomia mas prestando vassalagem ao Reino de Leão. O Rei Afonso VI de Leão deu a mão de sua filha a infanta D. Teresa de Leão a Henrique de Borgonha em agradecimento pelo auxilio na reconquista de terras aos mouros. O pai de D.Teresa doou-lhe como dote o condado Portucalense. Deste casamento nasceu um  filho D. Afonso Henriques. D. Teresa de Leão após o falecimento de seu marido tomou conta do poder e passou a usar o título de Rainha, fixando residência no castelo com seu filho menor. D. Afonso Henriques com 16 anos não concordando com as ordens de sua mãe, armou-se a si próprio cavaleiro e assim tornou-se guerreiro travando a Batalha de São Mamede contra sua mãe e seus apoiantes e venceu a batalha tomando conta do Condado. Durante anos travou muitas batalhas contra os Cristãos de Leão e Castela e os Muçulmanos conseguindo importantes vitórias. E assim  em 1139 declarou a independência do Reino de Portugal, e a primeira dinastia como Rei Afonso I. 

O Castelo teve varias alterações ao longo dos anos, no reinado de D. Dinis foi acrescentado a Torre de Menagem e os 8 torreões. No século XVII o castelo foi usado como prisão. Em 2007 foi classificado Monumento Nacional. Entrada grátis Domingos e feriados até ás 14h para os cidadãos residentes em território nacional. Horário todos os dias das 10h ás 18h, Preços: Clique aqui.   A Capela de São Miguel 

localiza-se no Monte Latito entre o castelo e o Paço dos Duques de Bragança a construção é de estilo Românico construída em granito. Aqui foi batizado D. Afonso Henriques. Foi capela Real e Igreja paroquial da Freguesia de S. Miguel até 1870. Horário: Todos os dias das 10h ás 18h. O Paço dos Duques de Bragança 

O Paço foi mandado construir pelo Rei Afonso I Cognome o conquistador que governou durante 42 anos casado com D. Mafalda de Saboia de quem teve 7 filhos, mas D. Afonso teve mais 4 filhos ilegítimos. Do seu segundo casamento com D. Constança de Noronha não tiveram filhos. Após a morte de D. Afonso D. Constança dedicou-se a ajudar os pobres transformando o Paço em um albergue. Entre os anos de 1420 e 1433 o Paços esteve abandonado, mas com as invasões Francesas foi transformado em quartel militar. Mas entre 1937 e 1959 no Estado Novo o Paço foi reconstruído e passou a ser residência oficial do Presidente da Republica. Em 2007 o Paço foi classificado Monumento Nacional. O Paço é acessível a pessoas com mobilidade reduzida tendo elevador e rampas de acesso.


Tem roteiro em Braille. 
Entrada grátis Domingos e feriados até ás 14h para os cidadãos residentes em território nacional. Horário todos os dias das 10h ás 18h. Preço geral 5€ Paço dos Duque Castelo 2€ em conjunto 6€ preços atualizados :Clique aqui
Do Paço dos Duques de Bragança seguimos até ao centro histórico junto do Padrão do Salado 

que abriga um cruzeiro representando Cristo crucificado, alpendre de estilo gótico em granito. Mandado erguer no século XIV por D. Afonso IV para comemorar a vitória na batalha de Salado em 1340. Onde participou para ajudar o seu enteado Afonso XI de Castela a defender-se de uma armada muçulmana. A Igreja de Nossa Senhora da Oliveira do século X em estilo gótico 

classificada Monumento Nacional desde 1910 fica junto do Padrão do Salado. Mandada construir pela Condessa Mumadona. No século XIV a igreja era um importante centro de peregrinação. 

Entrada grátis na igreja para visitar o coro alto e a sacristia preço 2€ horário: Todos os dias das 10h ás 17h. A Nossa Senhora da Oliveira foi padroeira do reino até 1646. O Museu Alberto Sampaio 

foi criado em 1928 para albergar o espólio artístico da extinta Colegiada de Nossa  Senhora da Oliveira e de outras igrejas, estando localizado nos claustros do antigo convento mandado construir pela Condessa Mumadona no século X. Este museu alberga exposições permanentes de Arte Plástica e Artes Decorativas. Aqui podemos apreciar as coleções de cerâmica, o conjunto têxtil de vestuário litúrgico, as roupas militares usadas por D. João I na batalha de Aljubarrota e a maravilhosa coleção de ourivesaria.

Entrada grátis Domingos e feriados até as 14h para residentes em território nacional. Horário Fechado ás Segundas, de Terça a Domingo das 10h ás 18h. Preço das visitas 3€ adultos e 2€ crianças, pessoas com mais de 65 anos tem redução de 50%. Morada Rua Alfredo Guimarães. Igreja Nossa Senhora da Consolação e dos Santos Passos 

foi construída em estilo barroco no ano de 1769 no mesmo local onde existia uma capela do século XVI, no Largo da Republica do Brasil O altar principal esta maravilhosamente decorado, os oratórios são pequenas capelas que representam a via sacra com figuras esculpidas em madeira. A Igreja fica de frente para um maravilhoso jardim cheio de cor. Esta igreja foi classificada como edifício de interesse público em 1993. 

Entrada grátis, horário de Segunda a Sábado das 7,30h ás 12h e das 15h ás 17h, Domingos das 7,30h ás 12h.

Se tem pouca mobilidade pode fazer um passeio no Mini Trem, preço 2,30€ crianças dos 2 anos aos 12 anos 1,50€.  
Na visita a Guimarães pode adquirir um passe valido para 4 dias com redução para visitar os vários monumentos e viajar no teleférico preço :Clique aqui:
Como se deslocar de comboio até Guimarães :Clique aqui:
Se procura hotel em Guimarães :Clique aqui:
Se chegar a Portugal de avião saiba aqui como se deslocar para Guimarães :Clique aqui:




 

3 comentários:

  1. Bom poste. Boa informação sobre Guimarães. Obrigado continúa assim. Parabéns

    ResponderEliminar
  2. Ola Alexandre obrigado por gostar do meu poste, gosto de compartilhar as nossas viagens para informar quem queira visitar essa localidade. Um bem aja.

    ResponderEliminar